Seminários

12° SIES (Seminário Interinstitucional de Estudantes de Sistemas Dinâmicos) – Juan Carlos Mongez (UFRJ), Manuel Saavedra (UFRJ) e Marcielis Espitia Noriega (UFF) – 19/04 – 14h

Gostaríamos de convidá-los para a 12ª edição do SIES (Seminário Interinstitucional de Estudantes de Sistemas Dinâmicos), que será realizada nesta sexta-feira, dia 19/04, a partir das 14h, no auditório da Pós-Graduação em Matemática (sala 407 do bloco H – Gragoatá).

Os palestrantes convidados serão: Juan Carlos Mongez (UFRJ), Manuel Saavedra (UFRJ) e Marcielis Espitia Noriega (UFF).

Em breve disponibilizaremos os resumos e detalhes das palestras.

Seminário de Geometria e Topologia da UFF – Umberto Hryniewicz (Aachen University, Alemanha) e Detang Zhou (UFF) – 12/04 – a partir de 14h

Gostaríamos de convidar a todos para o primeiro encontro do Seminário de Geometria e Topologia da UFF, que será realizado nesta sexta-feira (12/04), a partir de 14h, na sala 407 – Bloco H – Gragoatá.

Seguem abaixo as informações:

14.00 – 15.00 hs // Umberto Hryniewicz (Aachen University, Alemanha)
Título: Desigualdades sistólicas em superfícies

Resumo: Em uma variedade Riemanniana não-simplesmente conexa, a razão sistólica é definida como a razão entre o quadrado do comprimento do loop não-contrátil mais curto e a área total. Em 1949 Löwner deu início ao que se conhece hoje em dia por geometria sistólica, ao descobrir que, entre todas as métricas Riemannianas no 2-toro, o toro flat hexagonal maximiza a razão sistólica. Em espaços simplesmente conexos, como a esfera, usa-se o menor comprimento de uma geodésica fechada não-constante. Uma questão difícil, e totalmente em aberto, é descobrir a cota superior ótima para a razão sistólica de esferas Riemannianas. Nesta palestra discutirei um resultado, obtido em colaboração com Abbondandolo, Bramham e Salomão, que estabelece a conjectura, devido a Babenko e Balacheff, de que a esfera redonda é máximo local para a razão sistólica.

15.30 – 16.30 hs // Detang Zhou (UFF)
Título: Rigidity of  Shrinkers for Ricci flows

Resumo: Perelman defined his W-functional and proved the entropy monotonicity formulae for Hamilton’s Ricci flow. The critical points of W-functional are shrinking gradient Ricci solitons(SGRS). It is well known that gradient Ricci solitons are generalizations of Einstein manifolds and basic models for smooth metric measure spaces. In this talk I will discuss some recent progress and problems in four dimensional cases. In particular, one of the challenging problems is to classify all gradient Ricci solitons with constant scalar curvature. Recently in a joint work with X. Cheng, we prove that a 4-dimensional shrinking gradient Ricci soliton has constant scalar curvature if and only if it is either Einstein, or a finite quotient of Gaussian shrinking soliton $\mathbb{R}^4$, $\mathbb{S}^2×\mathbb{R}^2^$ or $\mathbb{S}^3×\mathbb{R}$.

Seminário de Combinatória do IME – Aicha Hadji-Sonni (Universidade de Warwick, Reino Unido) – 20/03 – 14h

O Seminário de Combinatória continua as suas atividades de forma online. Agradecemos a oportunidade de receber  Aicha Hadji-Sonni, aluna de doutorado do Centro de Estudos em Educação da Universidade de Warwick no Reino Unido sob supervisão da professora associada Sue Johnston-Wilder que mantém colaboração em pesquisa com a prof. Telma Pará, FAETEC-RJ.  

Emitiremos certificados de participação para Atividade Complementar. Basta colocar seu nome completo, instituição de origem, e e-mail no Chat ao final do seminário.

Não é necessária inscrição prévia.

Data: 20/03/2024
Horário: 2:00pm (Brasil)
Sala: https://meet.google.com/cde-osms-aqn
Palestrante:   Aicha Hadji-Sonni, Education Studies/Universidade de Warwick, Reino Unido.

Título: Developing MR in disadvantage area in France: researching from teaching maths to researching the affective domain of  learning maths

Resumo: As a maths teacher in disadvantaged French areas, I’ve observed symptoms of maths anxiety (MA) like avoidance and passivity. My focus is on developing mathematical resilience and coping skills. For my thesis, I surveyed 1.902 learners aged 10-15, exploring MA, resilience, coping skills, and self-efficacy. Employing a design-based approach, I created a whole-class intervention using three tools: the hand model of the brain, relaxation response, and the Growth Zone Model. Pre- and post-intervention surveys, involving 120 participants, measured the impact on MA, alongside 153 learners sharing their best and worst experiences in maths. Results revealed significant implications for improving maths education, emphasizing the importance of the affective domain of mathematics education in teacher training programmes.

Obs.: Aicha is a Ph. D. student at University of Warwick under the supervision of Associate professor Sue Johnston-Wilder, University of Warwick

Seminário de Combinatória do IME – Matheus Nunes Adauto (PESC/COPPE/UFRJ) – 28/02 – 14h

O Seminário de Combinatória continua as suas atividades de forma online. Agradecemos a oportunidade de receber a Matheus Nunes Adauto, aluno de doutorado do Programa de Engenharia de Sistemas e Computação – PESC/COPPE/UFRJ.

Emitiremos certificados de participação para Atividade Complementar. Basta colocar seu nome completo, instituição de origem, e e-mail no Chat ao final do seminário.

Não é necessária inscrição prévia.

Data: 28/02/2024
Horário: 2:00pm (Brasil)
Sala: https://meet.google.com/cde-osms-aqn
Palestrante:  Matheus Nunes Adauto – PESC/COPPE/UFRJ

Título: Pebbling in Kneser graphs

Resumo: Graph pebbling is a game played on graphs with pebbles on their vertices.

A pebbling move removes two pebbles from one vertex and places one pebble on an adjacent vertex.

The pebbling number $\pi(G)$ is the smallest $t$ so that from any initial configuration of $t$ pebbles it is possible, after a sequence of pebbling moves, to place a pebble on any given target vertex.

We consider the pebbling number of Kneser graphs, and give positive evidence for the conjecture that every Kneser graph has pebbling number equal to its number of vertices.

This is joint work with:

Celina de Figueiredo: PESC/COPPE/UFRJ

Mariana da Cruz: PESC/COPPE/UFRJ

Diana Sasaki: IME/UERJ

Glenn Hurlbert: Virginia Commonwealth University

Viktoriya Bardenova: Virginia Commonwealth University

Seminário de Geometria Algébrica e Complexa [edição especial de verão] – Pedro Pfarrius Barbassa (UNICAMP) e Wodson Mendson (UFF) – 19 e 21 de fevereiro

Olá a todos,

Nos dias 19 e 21 de fevereiro teremos uma edição especial de verão do Seminário de Geometria Algébrica e Complexa da UFF.

No dia 19 haverá uma palestra conduzida por Pedro Pfarrius Barbassa (UNICAMP). Já no dia 21, a palestra será conduzida por Wodson Mendson (UFF).

Ambas as palestras serão realizadas na sala 407 – Bloco H – Campus Gragoatá.

Seguem as informações abaixo:

Dia 19/02 às 15h30

Palestrante: Pedro Pfarrius Barbassa (UNICAMP) 

Título: Folheações determinadas unicamente pelo esquema singular

Resumo: Essa apresentação tem como objetivo mostrar um resultado obtido por Campillo-Olivares [2], no qual eles demonstram que se duas folheações por curvas em P^2 possuem o mesmo esquema singular, então são iguais. Também, utilizando resultados de [1], obtemos um resultado semelhante para determinadas folheações em hipersuperfícies em P^3 com grupo de Picard isomorfo a Z. Tais resultados fazem parte da minha dissertação de mestrado sob orientação de Marcos Jardim e coorientação de Alan Muniz.

Referências

[1] C. Araujo, M. Corrêa, On degeneracy schemes of maps of vector bundles and applications to holomorphic foliations. Math. Z. 276 (2014), 505–515.

[2] A. Campillo, J. Olivares, A plane foliation of degree different from 1 is determined by its singular scheme. C. R. Acad. Sci. Paris Ser. I Math. 328 (1999), 877–882.

Dia 21/02 às 15h30

Palestrante: Wodson Mendson (UFF)

Título: Foliations in positive characteristic

Resumo: I will discuss some topics about foliations on surfaces defined over a field of positive characteristic p. I will define the p-divisor associate to a foliation, and I will discuss some results about their structure and the problem in constructing foliations with “good” p-divisor. In the last part, I will show how to use the 2-divisor to give a new proof (in odd degree) of the classical Jouanaolou theorem about holomorphic foliations without algebraic solutions on the projective plane.

Seminário Especial: Sistemas Dinâmicos, Geometria Algébrica e Geometria Complexa – Samanta S. Avelino Silva (IME-USP) – 15/12

Nesta sexta-feira (15/12) teremos um Seminário Especial de Sistemas Dinâmicos, Geometria Algébrica e Geometria Complexa!

A palestra será conduzida por Samanta S. Avelino Silva (IME-USP), às 14h30, na sala 205 – Bloco H – Campus Gragoatá.

O título e resumo da palestra encontram-se no cartaz em abaixo.

Seminário de Geometria Algébrica e Geometria Complexa – 06/12 – João Pedro dos Santos (Montpellier/IMPA)

Car@s colegas,

Segue abaixo as informações do nosso próximo Seminário de Geometria Algébrica e Geometria Complexa da UFF. 

Para consultar os próximos seminários e o histórico, basta consultar o site do Grupo de Geometria Algébrica e Complexa da UFF:

https://sites.google.com/view/geoalgcompluff

Palestrante: João Pedro dos Santos (Montpellier/IMPA)

Título:   Breve introdução ao grupo fundamental local seguida de cálculos em variedades pinçadas.

Resumo:  A Teoria de Galois permite uma interpretação algébrica do grupo fundamental de uma variedade complexa. Tal fenômeno foi intuído nos meados do XIX e completado um século depois (Abhyankar, Zariski, SGA1). Em car. p>0, a inseparabilidade faz com que a teoria de Galois perca uma parte deste panorama. Uma das maneiras de ampliar esta visão é considerar fibrados vetoriais sobre variedades completas que são trivializados pelo Frobenius (Nori, Mehta). Estes formam uma categoria equivalente à categoria de representações de um esquema em grupos local: o grupo fundamental local. Infelizmente, assim como no contexto algébrico clássico, os casos em que estes grupos podem ser precisamente determinados são raríssimos. Após explicar brevemente a teoria geral, mostrarei como obter, para algumas variedades pinçadas (pinched, em Inglês), o grupo fundamental local através de álgebras associativas.

Data: 06/12/2023 (Quarta-feira)

Horário: 16h

Sala: 407 – Bloco H – Gragoatá.

Atenciosamente,

Valeriano Lanza

Thiago Fassarella

Rodrigo Salomão